domingo, 13 de fevereiro de 2011

Ácido Fólico [como tomar]...

Como se deve tomar ácido fólico e que precauções devem ter as futuras mamãs?

Normalmente, a mulher toma um comprimido por dia, a qualquer hora do dia. Se demorar muito a engravidar, pode continuar a tomar o ácido fólico, sem ter necessidade de interromper porque não há perigo de sobredosagem.
As mulheres que tomam pílula têm, geralmente, carência de ácido fólico. Há casos de mulheres que, mesmo a tomar a pílula, de vez em quando, fazem suplemento de ácido fólico, ainda que não seja obrigatório.
A carência de ácido fólico pode estar relacionada com o facto de fazerem uma alimentação insuficiente. Pode recomendar-se a toma de ácido fólico a todas as mulheres que tenham uma alimentação deficiente; todas as pessoas vegetarianas; aos doentes crónicos e em todas as situações em que todo o estado geral de saúde seja deficitário.
O Médico de Medicina Geral e Familiar é geralmente o primeiro a prescrevê-lo.

 Antes de engravidar, previna-se!

- Todas as mulheres que desejem ter um filho devem redobrar os cuidados com os seus hábitos alimentares e consequentes cuidados com a gravidez.
- O ácido fólico é uma vitamina do complexo B extremamente importante, quer na preparação da gestação, quer durante a gravidez.
- Se as futuras mães não tomarem ácido fólico, existe a probabilidade de virem a sofrer de graves malformações cerebrais. Podem ainda desenvolver espinha bífida.
- Alguns estudos mostram que a ingestão de ácido fólico, nos três meses que antecedem a gravidez, é essencial para a prevenção de alterações do tubo neural.
- Não comece a tomar ácido fólico por iniciativa própria. Aconselhe-se com o seu médico assistente. Tal como todos os cuidados pré-gestacionais, a toma do ácido fólico é muito relevante para uma gravidez tranquila e para o crescimento saudável do feto.

O ácido fólico, antes da mulher engravidar, vai ter uma acção de prevenção nas malformações do tubo neural do bebé.
Se a mulher demorar muito a engravidar, pode continuar a tomar o ácido fólico, sem ter necessidade de interromper porque não há perigo de sobredosagem.
A toma de ácido fólico deve ser continuada durante toda a gravidez.
Não comece a tomar ácido fólico por iniciativa própria. Aconselhe-se com o seu médico assistente.
fonte: família.sapo.pt

Sem comentários: